Insensíveis são aqueles que não choram ao ouvir o som de um piano. Enquanto fico aqui de casa tentando ouvir o que toca o vizinho, carros passam, pessoas riem e outras trabalham. Meus ouvidos não são mais tão apurados. As lágrimas que derramo são de satisfação; me agrada aos ouvidos tal melodia. Recordo-me dos tempos em que ainda tinha mãos firmes para animar os bailes.
Pareço um velho ridículo e só. Sentado em minha cadeira com as luzes apagadas, as mãos trêmulas e os olhos fechados. Apenas ouvindo. Mas trago um sorriso nos lábios, como uma criança que degusta o seu doce predileto. Na maioria das vezes é assim que adormeço; assim mesmo como descrevi, exceto nos dias em que meu músico está de mau-humor e não se digna a chegar perto de seu instrumento.
Me agrada especialmente as canções tristes. É como se fossem a minha trilha sonora. Faz-me lembrar que não tenho tanto tempo. Não peço mais dias de vida... Apenas peço que os anjos me levem ao som do piano. Assim mesmo, com as mãos trêmulas, os olhos fechados e um sorriso nos lábios.

4 comentários:

  1. Embora com uma nota melancólica, o texto é muito bonito...
    ;)

    ResponderExcluir
  2. o meu toca teclado, e muito mal por sinal :p


    :*

    ResponderExcluir
  3. tinha, você é uma musa inspiradora.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir